Sede do Tribunal Superior Eleitoral, de Oscar Niemeyer, será inaugurada na próxima semana

Edifício segue as características arquitetônicas dos outros prédios públicos da capital federal

No próximo dia 15, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) inaugura seu novo edifício-sede, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Localizado no Setor de Administração Federal Sul (SAF/Sul), em Brasília, próximo às sedes do Superior Tribunal de Justiça, do Tribunal Superior do Trabalho e da Procuradoria Geral da República, o prédio é composto por uma estrutura semicircular e conta com três cúpulas na frente e um grande volume para estacionamentos e depósitos.

Divulgação: TSE

Fachada frontal será toda em vidro

A obra foi iniciada em 2007 pelo consórcio formado pela OAS e pela Via Engenharia. Ao todo, a obra deverá custar R$ 327 milhões e terá 115.578 m² de área construída. De acordo com a OAS, 44 toneladas de metal foram utilizadas na estrutura. A fundação foi feita com tubulões, utilizando 17.695 m³ de concreto. Foram usados também 30.292 m² de alvenaria e 66.332 m³ de concreto.

O projeto arquitetônico conta com muitas características dos prédios públicos de Brasília, desenhados pelo próprio Niemeyer. A fachada frontal do edifício principal foi construída toda em vidro, enquanto a parte traseira conta com brises em toda a extensão da fachada. Na parte de trás, existe também um volume retangular que funcionará para a circulação vertical dos funcionários do edifício. Sob esse edifício, há um estacionamento subterrâneo. À sua frente, ficam as três cúpulas de concreto armado que contarão com quatro auditórios.

Para minimizar o impacto causado pelas obras, foram plantadas cinco mil árvores. Foram instalados elevadores e lâmpadas de baixo consumo de energia e equipamentos de ar-condicionado que utilizam um gás para refrigerar que não afeta a camada de ozônio e reduz o consumo de energia e água. Haverá também sistemas de captação de água da chuva. Durante a construção, foi instalado um sistema de gestão de resíduos sólidos, para reciclagem de aproximadamente 90% dos resíduos de papéis, metais e plásticos gerados pela obra.

Internamente, o edifício terá um plenário três vezes maior do que o existente na sede atual. Agora, 246 pessoas poderão acompanhar as sessões, que acontecem às terças e quintas-feiras. Haverá também cadeiras reservadas para pessoas com deficiência física. A tribuna, por sua vez, oferecerá conforto aos advogados cadeirantes que realizarem sustentações orais no plenário. Os advogados do tribunal contarão com uma sala ampla, localizada a apenas 20 metros do Plenário, e que será equipada com monitor de TV para transmissão da sessão plenária e rede de acesso à internet.

Divulgação: TSE

Volume retangular será responsável por circulação vertical

Divulgação: TSE

Cúpulas em concreto armado abrigarão os auditórios do tribunal

Divulgação: TSE

Foto mostra a parte dos estacionamentos e espaço já para as cúpulas

Divulgação: TSE

Volume ao fundo será usado como estacionamento e depósito

Fonte: Mauricio Lima – Piniweb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s