São Paulo Futebol Clube e Andrade Gutierrez anunciam projeto de modernização do Estádio do Morumbi

Com custo previsto entre R$ 300 e 400 milhões, obra inclui a construção de uma cobertura, arena multiuso, hotel com centro de convenções, um novo memorial e estacionamento

O São Paulo Futebol Clube e a construtora Andrade Gutierrez divulgaram as primeiras imagens do projeto de modernização do Estádio do Morumbi. Além da cobertura, a obra inclui uma arena multiuso para shows e eventos, um hotel com centro de convenções, um novo memorial, a ampliação da capacidade do atual estacionamento e a reconfiguração dos acessos do público.

Divulgação: São Paulo Futebol Clube

Para cobrir todos os assentos do Morumbi sem interferir na parte estrutural ou na fachada do estádio, que será mantida, optou-se por uma cobertura leve, em estrutura metálica, apoiada em apenas oito pontos em torno do estádio. A cobertura será tensionada por meio de tirantes e vai proporcionar também conforto acústico para os arredores do estádio.

Já a arena multiuso aproveitará parte das arquibancadas do Morumbi e permitirá a criação de uma pista sem ocupar o campo, preservando o gramado para os jogos de futebol. A capacidade é para até 25 mil pessoas.

O hotel, o novo estacionamento e o memorial serão construídos em um edifício adjacente ao estádio. O hotel terá quartos voltados para dentro e para fora do Morumbi e contará com piscina coberta, equipamentos esportivos, centro de convenções para até três mil pessoas e acesso ao estádio e à arena. O estacionamento, por sua vez, abrigará vagas divididas em quatro níveis para uso tanto do hotel como do estádio.

O projeto arquitetônico da cobertura é de autoria da Projeto Alpha Engenharia de Estruturas, com a consultoria de Ruy Ohtake. A reforma, com custo previsto entre R$ 300 e 400 milhões, será viabilizada com recursos provenientes da exploração comercial dos espaços da arena de show e do hotel.

O prazo de conclusão estimado é de 18 meses a partir do início das obras, que acontecerá assim que a Prefeitura de São Paulo emitir as licenças, alvarás e demais autorizações para a construção. Durante as obras, a capacidade máxima para o público não será alterada, assim como a estrutura existente para receber os torcedores.

Divulgação: São Paulo Futebol Clube

Divulgação: São Paulo Futebol Clube

Divulgação: São Paulo Futebol Clube

Divulgação: São Paulo Futebol Clube

Divulgação: São Paulo Futebol Clube

Fonte: Ana Paula Rocha – Piniweb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s