Trabalhadores da construção recebem reajuste salarial de 7,47%

Novas regras valem para a capital e região metropolitana de São Paulo

Marcelo Scandaroli

Os trabalhadores da construção ganharam reajuste salarial de 7,47%, após concretização da assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho realizada hoje (4) em São Paulo. A data-base é 1º de maio.

Para os trabalhadores não qualificados (serventes, contínuo, auxiliares e outros cujas funções não demandam formação profissional), o novo salário passa a ser R$ 979 mensais ou R$ 4,45 por hora, em uma jornada de 220 horas por mês. Já para os trabalhadores qualificados (pedreiro, armador, carpinteiro, pintor e outros), o piso passa a ser de R$ 1.168,20 mensais ou R$ 5,31 por hora, com a mesma jornada por mês.

O piso salarial dos qualificados em obras de montagem de instalações industriais passa a ser de R$ 1.427,80 ou R$ 6,49 por hora. O valor do tíquete refeição passou para R$ 15 (antes do reajuste, era de R$ 13,80) e o vale supermercado subiu de R$ 140 para R$ 150.

Para as empresas que não oferecem seguro de vida em grupo, a indenização mínima em caso de morte ou acidente de trabalho subiu de R$ 35 mil para R$ 40 mil. As disposições firmadas pela convenção de 2011 continuam em vigor.

As novas regras valem para São Paulo, Itapecerica da Serra, Taboão da Serra, Embu, Embu Guaçu, Franco da Rocha, Mairiporã, Caieiras, Juquitiba, Francisco Morato e São Lourenço da Serra.

Fonte: Aline Rocha – Piniweb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s