Região do Porto de Suape, em Pernambuco, terá cidade planejada

Empreendimento de 4,7 milhões de m² será construído no complexo industrial portuário. Obras devem custar R$ 6,5 bilhões

A Moura Dubeux Engenharia e a Cone (Condomínio de Negócios) lançaram na última terça-feira (15) a Convida, empresa especializada na implantação de cidades planejadas em Pernambuco. O primeiro projeto da empresa é o Convida Suape, cidade planejada que ocupará 4,7 milhões de m² na região do Complexo Industrial Portuário de Suape. O empreendimento fará parte do condomínio Cone Suape, plataforma multimodal e de infraestrutura industrial do porto com 23 milhões de m², situado entre os municípios de Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho.

Divulgação

O investimento total do novo lançamento é estimado em R$ 6,5 bilhões. Deste valor, R$ 4,7 bilhões serão utilizados na implantação de residências, dos quais R$ 1 bilhão virá de incorporadores e fundos imobiliários. O restante será captado por meio do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV).

O Banco Gerador Convida, investidor e distribuidor do Fundo de Investimento Imobiliário (FII) deve disponibilizar R$ 100 milhões para o investimento. Por meio deste Fundo, a instituição irá financiar a primeira fase do plano. Também por meio do FII, qualquer pessoa física poderá investir no empreendimento. Os recursos para viabilização do projeto também serão financiados pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Em cerca de 2,1 milhões de m² da área do Convida Suape serão construídas 25 mil unidades habitacionais para abrigar 100 mil moradores. No restante, ficarão as áreas verdes, empresariais, pólos educacionais, saúde e lazer. As obras devem começar em outubro deste ano e os primeiros produtos imobiliários serão lançados no primeiro trimestre de 2013. O terreno está localizado entre as rodovias BR-101 Sul e a PE-60 e o público-alvo do projeto são os profissionais que trabalham na região.

Uma das maiores preocupações na projeção da cidade foi a sustentabilidade do empreendimento. A empresa realizou um Estudo de Viabilidade Ambiental (EVA), que identificou as Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e suas faixas de domínio. A topografia do terreno abrange diversos vales verdes e colinas, que possibilitarão o escoamento das águas para a rede de rios e riachos. Os espaços verdes do projeto alcançarão 32% da área total.

O Convida Suape também tem uma proposta de mobilidade multimodal. Os moradores da cidade e seus trabalhadores terão uma estrutura de vias para ciclistas e pedestres, que se liga a uma rede de transporte público, incluindo ônibus e veículo leve sobre trilhos (VLT).

O VLT terá duas estações, nas entradas Norte e Oeste da cidade. O veículo irá se ligar às estações Cajueiro Seco, em Jaboatão do Guararapes, onde existe transbordo para ônibus e metrô, e Massangana, nas imediações do Porto Suape. A ciclovia deve alcançar aproximadamente 20 km dentro do empreendimento, e será conectada à PE 60 e a BR 101-Sul.

A construção do empreendimento será desenvolvida em quatro etapas, contemplando dez bairros. Na primeira, está o Portal Oeste e o Campus de Inovação. Na segunda, o Portal Norte, o Convida Centro, o Novo Cabo e o Convida Saúde. Na terceira etapa, o projeto prevê o Vila Portal Sul e o Colina Verde. Por fim, será construído o Vila Parque e o Beira Lago.

Os edifícios médicos da cidade ocuparão 56 mil m², o que incluí policlínicas e um novo hospital. Para as atividades de lazer, foram reservados 60 mil m², com hotéis, centros esportivos, cinemas, centro cultural e galerias de arte. Cerca de 100 mil m² serão destinados à construção de bibliotecas e serviços de emergência para uso comunitário.

Divulgação

No bairro Campus da Inovação, a empresa pretende acomodar um campus universitário e um instituto técnico, que deverá receber na primeira fase 1,2 mil estudantes em cursos voltados para as demandas do Porto de Suape. A longo prazo, a universidade receberá 18 mil estudantes de diversas áreas do conhecimento. Um campus do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) também está incluso no projeto, com a oferta de sete cursos técnicos.

Nos demais bairros, também serão implantados colégios públicos e privados, hospitais e policlínicas. O pólo de saúde ficará próximo ao centro da cidade de Cabo de Santo Agostinho, para uso de toda a população.

Divulgação

Fonte: Aline Rocha – Piniweb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s