Obras viárias e incentivos ao transporte coletivo visam aliviar o trânsito na Copa das Confederações

2bc650b523fc0faca0593366c2531ad8.jpg

Para Gilberto Pimentel (à dir.), Copa das Confederações será a chance de Recife deixar uma boa impressão

Foto: Guga Matos/JC Imagem
Faltando pouco mais de um ano para a Copa das Confederações, Pernambuco ainda tem muitas obras viárias para serem concluídas. Cidade-sede que mais está investindo em mobilidade, Recife deve ter suas principais obras prontas somente a partir do segundo semestre de 2012 de acordo com informações do secretário de relações institucionais da Secopa-PE, Gilberto Pimentel.

Ao todo, são 13 obras viárias na lista de prioridades. Em príncipio, o prazo era para a Copa do Mundo, em 2014. No entanto, como existe a possibilidade de Recife receber a Copa das Confederações, em 2013, houve a antecipação das datas de entrega.

Apesar dos investimentos, a criação de novas vias de acesso não é uma exigência da Fifa. O que a entidade máxima do futebol pede para as cidades-sede é que as estradas de acesso ao estádio da Copa sejam liberadas para as seleções e organização do evento nos dias dos jogos. “A Fifa não nos pediu uma quantidade mínima de rotas. O que nos foi orientado é que haja uma exclusividade de circulação dos secretários da Fifa nos dias dos jogos. Algumas estradas estarão fechadas somente para eles”, disse Gilberto Pimentel.

Com relação ao acesso dos torcedores, Pimentel esclareceu que haverá um incentivo para os transportes de massa como ônibus e metrô. O objetivo é evitar o caos nas ruas da cidade provocado pelo excesso de carros.

Seis obras de transportes coletivos que darão acesso à Arena Pernambuco estão em curso no momento. A primeira delas, que é a construção do terminal integrado do aeroporto, ficou pronta em abril segundo informações do secretário extraordinário da Copa em Pernambuco, Ricardo Leitão. O restante das intervenções devem ficar prontas até junho de 2013.

Apesar dos prazos apertados, a Secopa não trabalha, no momento, com a hipótese de não entregar alguma obra em tempo da Copa das Confederações. “Vamos nos esforçar para entregar todas as obras antes da Copa das Confederações conforme o cronograma proposto. É certo que é um evento teste, mas temos que acertar de primeira. Não podemos errar para tentar acertar em 2014”, declarou Pimentel.

Sobre a expectativa de acertos para o Recife, o secretário ainda alertou para o exemplo da África do Sul em 2009 e em 2010. Na ocasião, os africanos tiveram algumas dificuldades na promoção do torneio pré-Copa e perderam turistas em 2010. “Em reuniões com pessoas que estiveram na África do Sul, soubemos que existiram problemas na Copa das Confederações que trouxeram prejuízos na Copa do ano seguinte. O número de turistas foi abaixo do esperado. Não podemos deixar isso acontecer aqui conosco”.

AEROPORTO – No que diz respeito ao estado do aeroporto da cidade, as autoridades pernambucanas demonstram maior tranquilidade. Segundo Gilberto Pimentel, o aeroporto pernambucano precisa apenas de intervenções pontuais para agilizar o processo de embarque e desembarque. “O nosso aeroporto está ok. Estamos fazendo apenas obras de caráter especifíco. Com relação a isso, estamos tranquilos.

Fonte: Por Thiago Wagner – Do NE10
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s