Cidade holandesa de Roterdã estuda construir vias com garrafas plásticas recicladas

Projeto com durabilidade superior ao método tradicional de pavimentação viabiliza redução no tempo de obras e nos custos de manutenção

Divulgação

O Conselho Municipal de Roterdã, na Holanda, está estudando um projeto piloto que consiste no uso de garrafas plásticas recicladas para a pavimentação de vias públicas e ciclovias. Desenvolvida pela construtora Volker Wessels, a iniciativa foi batizada de “PlasticRoad” e quer reduzir o custo e o tempo necessários para obras de pavimentação.

Ao utilizar plástico reciclado na pavimentação, a cidade viabiliza que as obras sejam feitas em semanas, e não meses como de costume. Além disso, a nova técnica exige menos manutenção que o asfalto e garante que a via suporte temperaturas extremas entre -40°C e 80°C. Além disso, as vias construídas com garrafas teriam durabilidade três vezes maior que as convencionais.

Outra vantagem desse novo método é que, como o material deixa espaços na parte inferior do pavimento, há lugar para a instalação mais rápida de cabos, fios e tubos que integram redes públicas de gás e iluminação.

Atualmente, estão sendo realizados testes em laboratório para que a equipe se certifique de que as vias serão seguras em condições adversas, como a chuva. A empresa idealizadora, que busca parceiros para a execução do projeto-piloto, estima que a primeira rua de plástico seja construída em três anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s